A história e o significado do Dia da Consciência Negra

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Todos os anos, no dia 20 de novembro, diversas entidades da sociedade civil, especialmente as ligadas ao movimento negro, estão realizando eventos para assinalar o Dia da Consciência Negra. Estes eventos têm uma orientação comemorativa, mas também estão voltados a afirmação da consciência política, da pertença étnico racial e da reivindicação dos direitos da população afro-brasileira.

Compreende-se que a assinatura da Lei Áurea não trouxe a verdadeira libertação. Apesar da legalidade da alforria viu-se a construção de outras formas de opressão e negação do direito à cidadania aos negros. Os mecanismos de exclusão continuaram assumindo facetas diferenciadas. Não foi permitido o acesso dos negros à educação, emprego renumerado, moradia digna e outras formas de beneficio, que para a população em geral já existiam no século XIX.

Então a memória da “Abolição da Escravatura” passou a ser cultivada como algo promissor muito mais pelo Estado do que pela população negra. A insistência em celebrar a memória de Zumbi dos Palmares no dia 20 de Novembro foi a resposta dada pelos negros organizados na perspectiva de lembrar que a abolição foi um processo inconcluso e que só seria plenamente completa pela pressão do movimento negro. Então a luta de Zumbi foi tomada com sinal de resistência e que deveria permear as ações do movimento negro em suas diferentes esferas de organização.

A conclusão da obra abolicionista passa pela inclusão plena da população afro-brasileira em todos os espaços de cidadania da nação brasileira. Isto ainda não acontece na sua totalidade devido à discriminação e ao preconceito racial, pecado das pessoas e das instituições cuja face mais perniciosa está refletida na realidade de pobreza e exclusão de boa parte dos afro-brasileiros.

As diversas iniciativas pastorais dos negros católicos somam-se a este grande movimento propositivo do movimento negro. A experiência de fé faz compreender que o dia 20 de novembro é um dia de celebração da história e da cultura dos negros, compreendida como fator de enriquecimento para a Igreja (Cf. Dap 56). Leva a reafirmar o compromisso de continuar o engajamento para que todas as formas de preconceito, discriminação e exclusão sejam superadas, pois a construção do Reino de Deus passa pela concretude da luta por uma vida digna para todos.

ISJB com informações da CNBB

Deixe seu comentário

"Educação é coisa do Coração!" Dom Bosco

AS PESSOAS TAMBÉM ESTÃO LENDO

Veja mais:

Apresentação Robótica – 2º ano A

Os alunos dos 2º Anos construíram com materiais recicláveis diferentes tipos de robôs nos quais os ajudariam em algumas tarefas do dia a dia. Na ação os alunos

Missa de Dom Bosco

Dentro do mês das vocações, comemoramos em 16 de agosto o dia do aniversário de Dom Bosco, pai e mestre da juventude, fundador dos salesianos.

Dia do Estudante

Dia 11 de Agosto comemoramos o Dia do Estudante. E no Colégio Coração de Jesus vivenciamos um dia de muitas alegrias, brincadeiras, convivência, vivendo a