Para dizer Obrigado! – Festa da Gratidão é comemorada nas Inspetorias FMA do mundo inteiro

Jornada CCJ
22/04/2016
MUSEU VIVO resgata culturas e histórias de épocas passadas
28/04/2016

No dia 26 de abril, foi comemorado, na Tailândia, a Festa da Gratidão da madre Yvonne Reungoat, superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora, em Sam Phran, na Inspetoria Tailandesa Santa Maria Mazzarello (THA). A data é importante para o Instituto das FMA, pois é o momento em que todas as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) expressam sua gratidão à madre Yvonne, pelo o que ela é e representa: a unidade entre elas no mundo inteiro. Neste dia, louvam e agradecem pelas mãos de Maria, os benefícios recebidos do Senhor.

O evento tem como tema: “Como uma guirlanda, unidas na diversidade, entrelaçamos com alegria e esperança, a oferta da vida e da missão”. Um assunto que convida as FMA do mundo inteiro, neste momento particular de preparação da festa, a caminhar juntas e com os jovens e leigos parceiros, nos caminhos do amor misericordioso de Deus e a tornarem-se sinais e portadoras de esperança e alegria no cotidiano da missão.

Entre os intervalos de hoje, Ir. Francisca G. de Santana – diretora da escola – reuniu-se com os educadores e funcionários da escola e explicou o valor do agradecimento e o significado do tema da Festa/2016, deixando-se ajudar por Maria Mazzarello, que escolheu a gratidão como estilo e atitude de vida, conferindo ao agradecimento um valor importante para a construção de uma personalidade feliz e de uma comunidade educativa que testemunha unidade de vida e ação.

FESTA DA GRATIDÃO 2016

Todo ano a Madre Geral das FMA celebra a Festa da Gratidão em um país diferente e conhece os costumes e atividades do povo que vive lá. Este ano, realizada na Tailândia, as comemorações ganharam o símbolo de uma “Guirlanda” – que requer precisão e paciência e é expressão da beleza, delicadeza, doçura, respeito, amor e confiança, traços característicos deste grande povo generoso e hospitaleiro.

Os valores espirituais que se cultivam enquanto as guirlandas são confeccionadas são a paciência, a alegria, o desapego, a ponderação, a satisfação do sucesso. As guirlandas são feitas tecendo-se flores e folhas de várias espécies. A guirlanda escolhida para a Festa da Gratidão inclui alguns símbolos dos quais é preciso aprofundar o significado:

O sol: toda manhã dá nova vida à terra com ritmo simples, harmonioso, calmo, silencioso. Não se fecha em si mesmo, mas envia seus raios ternos sobre o rosto de todos. Estende o seu calor para abraçar o universo com amor gratuito, infinito e sem distinções. É a irradiação do amor de Deus Criador, Pai da terra, Pai misericordioso e paciente. Dá força e esperança para recomeçar de novo cada dia.

A estrela: que brilha no coração da noite com luz leve, suave e terna indica o caminho a quem caminha para a meta. E quando o sol aparece no horizonte não vai embora, permanece no seu posto de serviço humilde, silenciosa, escondida, na espera de voltar a doar esperança e alegria.

O campo: terreno vasto e fervilhante de vida. Espera a chuva do céu, a estação da semeadura do arroz, tempo de sacrifício e de despojamento. Campo aberto ao sol onde as pequenas sementes crescem e a frágil planta se desenvolve em espiga madura, pronta para doar-se em alimento. Nesse dia o semeador e a semente se abraçam sorrindo porque deram vida, alegria e esperança ao mundo.

A guirlanda: muitas flores, várias cores e diferentes espécies se entrelaçam harmoniosa e artisticamente com um pequeno e simples fio. Canta uma canção de amor com a simplicidade da melodia, da diversidade do ritmo e da poesia do texto. A pequena guirlanda é você, somos todas nós unidas na harmonia de intenções e de corações para cantar um canto de amor agradecido e perene.